CLUBE DO CORCEL FORTALEZA

CLUBE DO CORCEL FORTALEZA
26/09 - 49 ANOS DO LANÇAMENTO DO FORD CORCEL

domingo, 27 de setembro de 2009

41º ANIVERSARIO DO CORCEL NO BRASIL 19/09/2009

O Clube do Corcel comemorou nesta data os 41 anos do lançamento

do Ford Corcel no Brasil. Reunimos 29 exemplares da serie I e tres da versão II,

é um marco histórico no qual podemos nos orgulhar pois ate hoje no brasil não havia

atingido essa marca em encontros.



O Corcel

No final da década de 60 quando a Ford adquiriu a Willys, essa última estava

desenvolvendo um projeto em parceria com a Renault, o projeto "M". Esse projeto

deu origem ao Renault 12 na França e com uma carroceria diferente, ao Corcel no Brasil.

Inicialmente como um sedã 4 portas e a seguir como um coupê (em 1969), o carro foi bem aceito quando de sua estréia em 26 de setembro de 1968. O espaço interno e o acabamento chamavam a atenção, e as inovações mecânicas eram muitas, bem mais do que o seu concorrente direto,

oVW 1600 (Zé do Caixão).

Pioneiro no sistema de refrigeração "selados" permitia que o flúido de refrigeração

trabalhasse em temperaturas mais altas que a temperatura de ebulição da água

na pressão ambiente, diferente dos sistemas abertos. acabava com o "mito" que motores

refrigerados à agua seriam impróprios para o Brasil.

A fábrica fez algumas alterações na aparência geral do carro em 1973, deixando-o um

pouco parecido com o Ford Maverick. Os motores passaram a ser o 1.4 usado na linha GT,

conhecido como motor XP. Em 1975 o design era novamente retocado, aumentando a semelhança com o Maverick, sobretudo na traseira. Um novo componente se adicionava a família, o LDO, com acabamento interno luxuoso e teto revestido de vinil.

Até 1977, este modelo foi recebendo retoques no acabamento, conservando entretanto a mesma aparência, até o lançamento da linha 1978 - era oCorcel II

UNIDADES PRODUZIDAS: CORCEL I

1968 - 4.594
1969 - 44.070
1970 - 32.072
1971 - 47.824
1972 - 60.947
1973 - 61.068
1974 - 66.742
1975 - 72.327
1976 - 77.232
1977 - 45.434
TOTAL = 512.310 unidades produzidas do Corcel I


UNIDADES PRODUZIDAS: BELINA I

1969 - 7
1970 - 7.831
1971 - 5.258
1972 - 9.507
1973 - 12.811
1974 - 15.167
1975 - 17.385
1976 - 20.458
1977 - 13.518
TOTAL: 101.942 unidades de Belina I produzidas

A segunda fase: o Corcel II

No final de 1977 chegava às ruas o novo modelo: o Corcel II. A carroceria era totalmente nova,

com linhas mais retas, modernas e bonitas. Os faróis e as lanternas traseiras, seguindo uma

tendência da época, eram retangulares e envolventes. A grade possuía desenho aerodinâmico

das lâminas, em que a entrada de ar era mais intensa em baixas velocidades que em altas.

O novo carro parecia maior, mas não era. A traseira tinha uma queda suave, lembrando um

fastback. Um fato notável no Corcel II era a ventilação dinâmica, de grande vazão,

dispensando a ventilação forçada, que quase não era usada. Com o mesmo motor do Corcel

anterior, o desempenho não estava muito melhor, mas a segurança, estabilidade e nível de ruído,

sim.

As versões oferecidas eram Corcel II L, básica; a luxuosa LDO, com interior totalmente

acarpetado e painel com aplicações em madeira; e a GT, que se distinguia pelo volante

esportivo de três raios, aro acolchoado em preto e pequeno conta-giros no painel

nenhuma trazia, porém, o termômetro d'água. O motor do "esportivo"

tinha 4 cv a mais, que não faziam muita diferença. Contava ainda com faróis auxiliares e

pneus radiais. As rodas tinham fundo preto e sobre-aro cromado.

Os concorrentes do Corcel II na época eram o VW Passat e o Dodge Polara,

ambos veículos médios. Ofereciam desempenho melhor que o Corcel, mas o carro da Ford

era mais econômico, moderno e elegante, tinha interior mais confortável

Em 21 de julho de 1986 o último Corcel deixava as linhas de produção
de São Bernardo do Campo, SP. Marcou pelo conforto, acabamento e
mecânica de qualidade confirmada. Foram 1,4 milhão de modelos produzidos um dos maiores sucessos da nossa indústria de automóveis.


Fotos do evento:





















































































































































































Anfiteatro do parque do Cocó (Praça dos gatos).
Fotos:Daniel Vasconcelos Wiby Carvalho e Icaro Costa (S J), Membros do Clube.


Agradecimentos :

A todos que prestigiaram o evento, em especial aos proprietarios e
admiradores do Corcel / Belina


Aos parceiros :

- Clube do Corcel Fortaleza;
- Classic Cars Fortaleza;
- Planeta Fusca;
- Mundo Fusca;
-Fusca Mania;
- Equipe Força Bruta;
- Dono do hulk;
- Museu do Automóvel do Ceará;
- Puma Clube do Brasil;
- Voyage Club.




4 comentários:

Fred Guilhon disse...

Parabéns ao Clube do Corcel - Fortaleza pela bela festa.

Realmente um belo evento!!!

Podem contar sempre com o PLANETA FUSCA.

Abraço a todos.

icaro_tricolor_ disse...

Valeu Fred, o Clube do Corcel conseguiu dar mais um passo. Abraço

Andre disse...

Eu sonho em ter um corcel luxo com 4 portas e banco dianteiro inteiriço e com todos os itens originais de fabrica,inclusive pintura e estado de conservação mas ao invés de ter espelho cromado,imaginei que passaria a ter o espelho de plastico preto do passsat 1979 e retrovisor externo do corcel II 1978 no lado direito e meu amigo Daniel viu tambem um corcel I,da primeira geração produzida de 1968 a 1977 na cor verde bandeira e com duas portas na versão cupe,que tambem desejo ter um dia e meu amigo tambem viu um corcel II na cor marrom café e sonho em ter esse corcel um dia tambem,sonho em ter tambem uma Belina Luxo cor azul mosaico,toda original e impecavel,com todos os acessórios originais de fábrica,inclusive pintura e estado de conservação mas imaginei que passaria a ter no lugar do retrovisor externo cromado,o retrovisor de plastico preto do passat 79 e retrovisor do passat 79 no lado direito e penso em ter tambem uma Belina amarela,tambem com todos os detalhes originais de época mas com com retrovisor externo do corcel 78,de plastico preto e retrovisor do corcel 78 no lado direito,inclusive e sonho em ter tambem,um corcel luxo cupe com teto de vinil preto e tambem um corcel gt com teto em vinil preto e sonho em ter até mesmo um dia tambem,o corcel 1986 na cor azul ceilão,que era do meu tio materno e sonho em um dia tambem,comprar um corcel II,de prferência todo original,novo e conservado e tranformá-lo num legitimo 4 portas,como pessoal está fazendo com alguns fusqunhas recentemente e penso em um dia possuir tambem,um corcel II gt 1978,preto em cima e prata em baixo,um corcel hobby,com teto solar opicional de fábrica,um corcel II LDO,versão de luxo do corcel,com teto solar opicional de fábrica e um corcel II gt,vermelho e tambem com teto solar opicional de fabrica e imagino a novela Tres irmãs do SBT,baseada na obra da novela da Globo de autoria de Antonio Calmon e imagino na novela Tres irmãs do SBT,a Carolina Magalhães,a neta do falecido senador baiano ACM,interpretando o papel da Giovanna Antonelli,ou seja,uma médica toda atrapalhada e imagino a Carol Magalhães dirigindo na novela do SBT,do mesmo jeito como Giovanna Antonelli dirigiu um fusca na novela Tres irmãs da Rede Globo,o corcel cupe que eu sonho em ter com teto de vinil preto oipicional,que acabei de citar agora pouco,penso na Carol dirigindo na novela do SBT tambem,a Belina azul mosaico que sonho em ter,da primeira geração, um dia e diringindo tambem,a Belina amarela que tambem sonho em ter um dia e que tambem é da primeira geração e penso na Carolina Magalhães,dirigindo da mesma forma como a personagem de Giovanna Antonelli dirigia Fusca branco na novela da Globo,tambem,o corcel luxo,que tambem desejo ter um dia,com quatro portas e com banco dianteiro inteiriço e dependendo de como tenha ficado a Giovanna Antonelli depois de ter dirigido Fusca na novela da Globo,acho que a Carol Magalhães provavelmente,é capaz de ficar empolgada de dirigir qualquer carro antigo na novela do SBT em breve e estou pondo essas metas para o universo e somente o universo irá decidir em breve qual dos carros que citei e que a Carolina Magalhães irá dirigir em breve na novela do SBT em breve e dou meus parabens pela criação do clube do corcel,quero parabenizar toda a equipe que fundou o clube do corcel e esses eventos que realizam com todos os modelos em geral,produzidos de 1968 a 1986 pra mim são ótimos,meus parabens e sonho em ter um dia tambem possuir um Del Rey com quatro portas e cambio automático que lembra o Landau,que tambem sonho muito em ter um dia.
André Martins Paes de Oliveira.

Daum disse...

Pessoal, estou quase comprando um corcel 1, 4 portas. Gostaria de saber como é o carro, se consome muito combustível, se as peças são difíceis de encontrar, essas coisas.
Grato!!